Ansiedade, inspirações e características: A primeira coletiva de Kanu e Helerson como profissionais

      12 JAN 2018
      12 de Janeiro de 2018
      Kanu e Helerson fizeram nesta quinta-feira, a primeira coletiva como profissional. Com plateia de Yuri, Lucas Campos e Ezequiel, que observavam do lado de foras, os garotos ficaram bem a vontade na frente das câmeras. 

      Confira alguns trechos da entrevista:

      Carli:

      É muito bom ter o Carli como exemplo de líder e postura, também tem o Marcelo, que tiro muito como exemplo - disse Kanu

      A experiência que estamos adquirindo com ele, também está sendo muito boa - disse Helerson


      Características:

      Sou um jogador bom no jogo aéreo, me posiciono muito bem, gosto de fazer gols. Minha meta é ser como Marcelo e Rabello - disse Helerson

      Me vejo como um zagueiro técnico e bem seguro - disse Kanu


      No Botafogo desde quando

      Cheguei no Botafogo no final de 2015 e em 2016, fiz uma sequência boa de jogos, foi quando encontrei minha dupla (apontou para o Kanu) - disse Helerson

      Cheguei no Botafogo em 2013 e passei pelo sub-17 e sub-20 - disse Kanu


      Adaptação nos profissionais

      Ter um treinador que já trabalhei e os companheiros de base, isso facilita bastante - disse Kanu

      São jogadores consagrados, sabem muito de futebol, então nós procuramos aprender com eles - disse Kanu.


      Defesa segura

      Nós vemos Jefferson e Carli, que são pessoas fenomenais, e ficamos mais tranquilos - disse Kanu rindo.


      Inspiração dentro e fora do Botafogo

      Dentro do Botafogo eu me inspiro no Marcelo, que faz uma trajetória legal, fora, no Thiago Silva - disse Helerson.


      Conselhos

      Todos chegam, dão conselhos, me sinto super a vontade. Não tem ninguém específico que chega mais pra conversar - disse Kanu


      Trajetória

      Vou esperar minha oportunidade, procurar treinar da melhor maneira possível, quando ela aparecer, espero estar pronto. Eles (Rabello e Marcelo) tiveram a história deles, eu espero fazer a minha - disse Helerson
      Voltar